SOBRE     |     FALE CONOSCO

POLÍTICA

Gilmar Mendes suspende transferência de Sérgio Cabral para presídio federal

POSTADO EM 31/10/2017 12:51:00 POR: VNOTÍCIA
Decisão do ministro do STF mantém Sérgio Cabral preso no Rio (Foto: Fabio Motta-Estadão)
Decisão do ministro do STF mantém Sérgio Cabral preso no Rio (Foto: Fabio Motta-Estadão)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, concedeu habeas corpus e suspendeu a transferência do ex-governador Sérgio Cabral para o presídio federal de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Com a decisão, ele permanece preso na cadeia pública José Frederico Marques, em Benfica.

 

A decisão de mandar Cabral para um presídio federal foi autorizada juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio, após pedido do Ministério Público Federal (MPF). A ordem foi mantida pelo desembargador Abel Gomes, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), na terça-feira, 24, após pedido de habeas corpus da defesa do ex-governador.

 

Para a transferência, o MPF se baseou nas regalias que o ex-governador teria recebido enquanto esteve no Complexo de Bangu, algumas denunciadas pelo DIA, como visita com uso de carteira de advogado e de parlamentar do deputado Marco Antônio Cabral (PMDB), seu filho.

 

Além disso, Bretas teria se sentido ameaçado após Cabral revelar que conhecia hábitos de sua família. O habeas corpus foi distribuído 'por prevenção' a Mendes, que é relator de desdobramentos da Lava Jato no Rio desde abril. Naquele mês, ele concedeu habeas corpus a Flávio Godinho, ligado ao empresário Eike Batista.

 

A defesa de Cabral alegava no pedido que em Campo Grande havia "dez criminosos oriundos do Rio, alguns deles transferidos por iniciativa ou provocação do próprio paciente".

 

Fonte: O Dia com informações do Estadão

 

 

Leia mais em POLÍTICA