SOBRE     |     FALE CONOSCO

GERAL

Audiência pública debate desassoreamento dos rios em SFI

POSTADO EM 02/11/2017 19:43:00 POR: VNOTÍCIA

 

Com a presença de autoridades e da população como um todo, aconteceu na tarde da última terça-feira (30) uma audiência pública na Câmara Municipal de São Francisco de Itabapoana (SFI), que debateu a recuperação e a dragagem da boca da barra das comunidades. O desassoreamento do Rio Itabapoana, na altura da localidade de Lagoa Feia, também foi debatido.

 

Os representantes do Executivo foram o vice-prefeito e também secretário municipal de Agricultura e Pesca, Claudio Henriques, e o secretário municipal de Meio Ambiente e Defesa Civil, Ilzomar Soares Filho.

 

Henriques destacou a importância da realização do evento. Para ele, uma população informada, que discute e debate os assuntos, beneficia o futuro. “Nossa sociedade é grande. Nós temos recursos, mas temos que zelar por eles”, afirmou.

 

O chefe da pasta de Meio Ambiente pontuou que o poder Executivo, por meio da secretaria, está à disposição da comissão de Meio Ambiente da Câmara Municipal para a criação de um grupo de trabalho para o atendimento das demandas dos pescadores e de toda população, em geral.

 

Soares informou que pretende realizar junto ao Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) e Instituto Estadual do Ambiente (Inea) um planejamento para preservação dos recursos hídricos do município, que, segundo ele, possui 62 quilômetros de litoral. “Já são mais de sete anos de estiagem que fizeram os nossos rios (Itabapoana, Paraíba do Sul e Guaxindiba) perderem a vasão”, disse.

 

Além de representantes do Executivo, a audiência pública contou com a participação dos vereadores Alexandre Barrão, Bebeto Ramos, Leandro Babão, Marquinho de Santo Amaro e Raliston Souza. Estavam presentes ainda os representantes dos projetos Observação, que reivindicou a promoção do evento, Soma, Pescarte, Foco e Pensa; das associações dos Moradores e Amigos de Coreia (Amac) e dos Moradores e Produtores Agrícolas de Carrapato (Amproac); e da Colônia de Pescadores Z-1.

 

Em vários momentos os presentes participaram da audiência pública e abordaram questões como a legislação ambiental são franciscana. Representando o Projeto Observação, Eloíza Rodrigues contou que vem recebendo depoimentos de pescadores a cerca dos prejuízos econômicos oriundos do assoreamento em várias partes de SFI.

 

 

Ascom SFI

 

Leia mais em GERAL