SOBRE     |     FALE CONOSCO

GERAL

Morre Lenizia Cardoso, presidente da Associação de Apoio aos Diabéticos de SFI

POSTADO EM 03/04/2018 07:07:00 POR: VNOTÍCIA/Paulo Noel
Lenizia Cardoso concede entrevista à Rádio São Francisco FM (Foto: arquivo Blog do Paulo Noel)
Lenizia Cardoso concede entrevista à Rádio São Francisco FM (Foto: arquivo Blog do Paulo Noel)


Morreu no Hospital Prontocárdio em Campos, na noite desta segunda-feira, 2, onde estava internada a cerca de um mês, a fundadora e presidente da Associação de Apoio aos Diabéticos de São Francisco de Itabapoana, Maria Lenizia Cardoso Ribeiro.

 

Ela era mais conhecida como Lenizia dos Diabéticos, e foi justamente por causa desta doença que ela estava internada.

 

Ainda na semana passada, a filha de Lenizia, Carla Cardoso, fez contato com a Rádio São Francisco FM, comentando sobre a situação de saúde da mãe que poderia ter um pé amputado em função da doença, e pedia aos ouvintes muitas orações.

 

Lenizia Cardoso, além de fundadora da Associação de Apoio aos Diabéticos, era uma pessoa também preocupada com a situação da saúde dos homens. Tanto que em agosto de 2012 organizou o primeiro Mutirão da Próstata em São Francisco de Itabapoana, que atendeu 375 homens

 

A convite de Lenizia, os médicos urologistas Edson Horvate, Waldir Simões e José Henrique Mariano, da cidade de Campos dos Goytacazes, participaram do mutirão.

 

Na ocasião, segundo os médicos, cinco por cento dos pacientes atendidos estavam com suspeita de inflamação na próstata e um caso de suspeita de câncer.  A campanha foi um sucesso.

 

Preocupada com os diabéticos, Lenizia organizava eventos no dia mundial dos diabéticos, doença  que atinge mais de 415 milhões de pessoas em todo o mundo, sendo 12 milhões só no Brasil. Segundo estimativa da Federação Internacional do Diabetes, chegaremos em 2040 com 642 milhões de diabéticos em todo o mundo, o que significa um em cada 11 adultos serão portadores da doença.

 

Em sua página no Facebook muitos foram os amigos que enviaram mensagens.

 

"Uma pessoa ímpar em nossa cidade de um sorriso cativante, uma amizade sincera, uma mãe como poucas, uma vó amiga, de uma fé inabalável, possuía um coração que não cabia dentro dela, adorava tirar uma foto. Ficam só as lembranças. Jesus hoje veio colher mais uma rosa para o seu jardim, nos faltam palavras pra expressar tamanha dor. Falar o que nessas horas? Só nos resta orar mesmo. Fica aqui nosso carinho, e que o Espírito Santo de Deus esteja confortando todos familiares", disse Danielly Acruche.


"Minha guerreira se foi, meu coração está sangrando", disse Carla, uma das filhas de Lenizia.


O corpo de Lenizia foi sepultado no início da tarde desta terça-feira, 03 de abril, no Cemitério de São Francisco de Itabapoana. 

 

Além de ações em prol dos diabéticos, Lenizia também organizava mutirões comunitários de apoio a saúde do homem.   


Mutirão da Próstata confirmado para este sábado em SFI



 

Mutirão da próstata em SFI atende 375 homens

 

 

 

 

 


 


Leia mais em GERAL