SOBRE     |     FALE CONOSCO

GERAL

Caminhão com excesso de cana arrasta cabos e destrói poste no Centro de SFI

Poste de concreto foi ao chão. Por sorte não houve feridos. Até quando isso vai se repetir em SFI?

POSTADO EM 14/08/2018 14:43:00 POR: VNOTÍCIA

 

 

 

Um caminhão de cana com excesso de carga arrastou fios e cabos e derrubou um poste no cruzamento das Ruas Daud Salomão Acruche e Zenita de Brito Pinheiro, no Centro de São Francisco de Itabapoana, no início da tarde desta terça-feira, 14.

 

Moradores perceberam a fiação sendo arrastada e tentaram avisar o motorista, mas não deu tempo. A força em que a alta carga de cana fez sobre os cabos foi tão grande, que o poste de concreto foi ao chão, quebrando em duas partes.

 

Com o incidente, parte dos moradores do entorno, no local conhecido como o loteamento Luisinho Pinheiro, estão sem energia, sem telefone e sem internet.

 

O comerciante Everson César que tem um comércio na esquina onde aconteceu o fato, disse que tomou um susto. “Foi um barulho muito forte. Por sorte não tinha ninguém passando na hora e o poste caiu na rua, mas poderia ter sido uma tragédia se esse poste caísse em alguém. Um verdadeiro absurdo o que aconteceu”, reclama Everson.

 

Moradora da Rua atingida, Alessandra Rangel reclama que agora são os moradores que sofrem. “Já ficamos outras vezes sem energia elétrica pelo mesmo motivo, e agora só Deus sabe a hora que vai voltar a energia. Estou até com receio de passar perto. Vou ter que dar uma volta grande para chegar a minha casa. Isso tudo é revoltante”, disse Alessandra.

 

O empresário Wagner Gomes, proprietário de uma empresa que oferece internet banda larga por cabos de fibra ótica, já perdeu as contas da quantidade de vezes que teve que deslocar sua equipe para realizar reparos após caminhões de cana destruírem fios e postes. “Está passando dos limites. Não estamos mais aguentando tanto prejuízo provocado por esses caminhões de cana com excesso de carga”, alega Wagner.

 

O diretor presidente da Entransfi (Empresa Municipal de Trânsito), coronel José Eduardo Barcellos Dias, disse que o órgão vai comprar uma régua para medição e iniciar uma fiscalização para coibir o tráfego de veículos com excesso de carga no perímetro urbano, que é de competência do município.

 

Segundo o Artigo 231 do Código de Trânsito Brasileiro, transitar com o veículo com suas dimensões ou com sua carga superior aos limites estabelecidos legalmente ou pela sinalização, sem autorização, gera infração grave. O motorista perde cinco pontos na carteira nacional de habilitação. Além disso é aplicada uma multa de R$195,23 e o veículo é  retido para regularização.

 

O prática além de desrespeitar as leis de trânsito é um ato individualista e de puro egoísmo, na medida em que os responsáveis pela carga não pensam no que isso pode representar de problemas para o outro. E os problemas vão da interrupção de serviços básicos, como energia, telefonia e internet, até a morte, caso um fio atinja alguém e provoque uma descarga elétrica ou um poste caia numa pessoa. O VNOTÍCIA pergunta, até quando isso vai continuar acontecendo em São Francisco de Itabapoana?

 

 

 

Leia mais em GERAL