SOBRE     |     FALE CONOSCO

GERAL

Cemitérios de SFI recebem milhares de visitantes neste feriado de Finados

No Cemitério de São Francisco católicos acompanharam uma missa na tarde deste sábado

POSTADO EM 02/11/2019 17:30:00 POR: VNOTÍCIA

 

 

 

O Cemitério principal de São Francisco de Itabapoana, localizado no Centro da cidade, recebeu milhares de visitantes que foram prestar homenagens aos seus entes queridos sepultados no local neste sábado, 02, feriado de Finados. No início da tarde católicos que estavam no local participaram da celebração de uma missa.

 

Além de São Francisco, nos outros quatro cemitérios públicos do município: Gargaú, Barra do Itabapoana, Santa Luzia e Funil, também a movimentação foi intensa.

 

O dia de Finados movimenta a economia para os ambulantes, vendedores de flores e profissionais liberais que atuaram na construção, reforma, pintura e limpeza de túmulos.

 

A reportagem do VNOTÍCIA notou um número maior de sepulturas adquiridas na parte dos fundos do cemitério, indicando que do último feriado de Finados, em 2018, até este, houve um crescimento nas construções de novos túmulos.

 

Devido ao calor, a movimentação mais intensa ocorreu no início da manhã e no final da tarde, períodos mais frescos. A temperatura máximo deste sábado em São Francisco de Itabapoana foi de 30 °C, o que exigiu dos visitantes roupas leves e bastante hidratação.

 

Tradição milenar

 

Finados ou dia de Finados é o dia criado para honrar e lembrar as pessoas que já faleceram. Por esse motivo, o Dia de Finados também é conhecido como Dia dos Mortos. Nesse dia as pessoas vão aos cemitérios levar flores, acender velas e rezar pelos entes queridos que já morreram.

 

Segundo a enciclopédia Wikipédia, a enciclopédia livre, o Dia dos Fiéis Defuntos, Dia de Finados ou Dia dos Mortos é celebrado pela Igreja Católica no dia 2 de novembro.

 

Desde o século II, alguns cristãos rezavam pelos falecidos, visitando os túmulos dos mártires para rezar pelos que morreram. No século V, a Igreja dedicava um dia do ano para rezar por todos os mortos, pelos quais ninguém rezava e dos quais ninguém lembrava.

 

Também o abade Odilo de Cluny, em 998, pedia aos monges que orassem pelos mortos. Desde o século XI os Papas Silvestre II (1009), João XVII (1009) e Leão IX (1015) obrigam a comunidade a dedicar um dia aos mortos.

 

No século XIII esse dia anual passa a ser comemorado em 2 de novembro, porque 1 de novembro é a Festa de Todos os Santos.

  

 





 
 

 

Leia mais em GERAL