SOBRE     |     FALE CONOSCO

GERAL

Confirmado: fragmentos que apareceram em Santa Clara são do mesmo óleo do Nordeste

Já amostras coletadas em Macaé e Quissamã não são do mesmo produto

POSTADO EM 26/11/2019 12:43:00 POR: VNOTÍCIA

 

 

O Grupo de Acompanhamento e Avaliação (GGA), formado pela Marinha do Brasil, Agência Nacional do Petróleo (ANP) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) acaba de confirmar que os fragmentos de óleo recolhidos no último sábado, 23, na Praia de Santa Clara, em São Francisco de Itabapoana, são compatíveis com o óleo encontrado no Litoral da Região do Nordeste e Espírito Santo. A quantidade de óleo coletado em Santa Clara foi pequena, apenas 20 gramas.

 

A análise foi feita pelo Instituto de Estudo do Mar Almirante Paulo Moreira. Outras amostras de óleo coletadas na Praia de Guriri, também em São Francisco de Itabapoana, Praia do Barreto, em Macaé e no Canal das Flexas em Quissamã, não apontaram compatibilidade com o mesmo produto que polui o Nordeste.

 

Com a informação confirmada nesta terça-feira, 26, as praias de Santa Clara, em São Francisco de Itabapoana e Grussaí, em São João da Barra, são, até agora, os únicos locais que fragmentos do mesmo piche que polui o Nordeste chegaram ao Litoral do Estado do Rio de Janeiro.

 

Segundo o GGA, um grupo de militares da Marinha e agentes do IBAMA se encontram em Santa Clara efetuando o monitoramento.

 

 

Leia mais em GERAL