SOBRE     |     FALE CONOSCO

POLÍTICA

Tragédia: incêndio atinge hospital particular do Rio de Janeiro e deixa 11 mortos

POSTADO EM 12/09/2019 20:30:00 POR: VNOTÍCIA
Pacientes são atendidos na rua após o incêndio (Foto:  Celso Pupo - Estadão)
Pacientes são atendidos na rua após o incêndio (Foto: Celso Pupo - Estadão)

 

Um incêndio de grandes proporções atingiu na noite desta quinta-feira (12) o Hospital Badim, da Rede d’Or, localizado na Rua São Francisco Xavier, no bairro do Maracanã, na zona norte do Rio, deixando 11 mortos. O fogo começou com um curto circuito no Prédio 1 do hospital, o mais antigo do complexo, espalhando fumaça por todos os andares do prédio. Todos os pacientes do Centro de Tratamento Intensivo (CTI) já foram retirados e estão recebendo os primeiros atendimentos na Rua Arthur Menezes, que faz esquina com a Rua São Francisco Xavier.

 

Os pacientes do CTI 2, que tem 20 leitos, também tiveram de ser retirados do prédio às pressas. A fumaça tomou conta dos dois prédios e isso dificultou o trabalho de retirada dos pacientes pelo corpo clínico.


Os bombeiros já concluíram o trabalho de busca por vítimas dentro da unidade particular de saúde.

 

Havia mais de 100 pacientes no local, no momento do acidente, e 90 deles tiveram que ser transferidos para outros hospitais. Durante a retirada, vários pacientes chegaram a ser acomodados na própria rua.

 

Eles foram transferidos para os hospitais Israelita Albert Sabin, Municipal Souza Aguiar, Copa Dor, Quinta Dor, Norte Dor, Caxias Dor e São Vicente de Paulo.

 

Quatro bombeiros também passaram mal durante a operação de combate ao incêndio e resgate de vítimas e foram encaminhados para o hospital dos bombeiros.

 

A Rua São Francisco Xavier, em frente ao hospital, que estava interditada para a retirada dos pacientes e o trabalho dos bombeiros, foi liberada ao tráfego agora de manhã.

 

A direção do Hospital Badim informou que a equipe está empenhada em prestar os socorros necessários aos pacientes, que estão sendo transferidos para o Hospital Israelita Albert Sabin, na Tijuca, também na zona norte, e para os hospitais da Rede d’Or, do qual o Badim é associado.

 

Devido à grande quantidade de fumaça, os primeiros atendimentos foram feitos na rua e também em uma creche que fica ao lado do hospital. Os bombeiros dos quartéis do Maracanã e da Tijuca prestaram socorro às vítimas e trabalhando no combate ao fogo.

 

Recentemente, a Rede d’Or inaugurou um prédio mais sofisticado do Hospital Badim, que fica ao lado do prédio antigo, com modernas instalações e equipamentos de última geração. Várias ambulâncias de outros hospitais da Rede d’Or se deslocaram para a Tijuca para auxiliar na transferência dos pacientes mais graves internados no Badim.

 

As equipes do Corpo de Bombeiros controlaram o fogo às 20 horas, entretanto trabalharam durante a noite e madrugada na operação rescaldo, além de realizar uma grande varredura na busca de vítimas.

 

Com informações da Agência Brasil

 


 

Leia mais em POLÍTICA